sexta-feira, 24 de abril de 2009

Espanha prende quadrilha acusada de prostituir 27 brasileiras

A polícia espanhola prendeu nesta sexta-feira uma quadrilha internacional acusada de prostituir mulheres brasileiras no sul do país. Segundo os detetives, em pouco mais de dois anos, a organização lucrou cerca de R$ 40 milhões com o tráfico de pessoas.

A polícia realizou uma batida na madrugada de quinta para sexta-feira na cidade de Almeria, que resultou na prisão de 48 pessoas - 31 prostitutas e 17 espanhóis acusados de pertencer à quadrilha, entre eles, um gerente de banco.

Segundo a polícia, a quadrilha controlava sete prostíbulos e 13 empresas responsáveis pela lavagem de dinheiro. Ao todo, 35 imóveis estavam registrados sob o nome de membros da gangue.


A Polícia Federal do Brasil participou das investigações para comprovar a origem das vítimas. Das 31 prostitutas, 27 são brasileiras. As outras quatro são russas.

As brasileiras detidas serão deportadas por estarem ilegalmente no país.


Fonte: Tribuna da Conquista

Nenhum comentário: