quinta-feira, 23 de abril de 2009

Inadimplência com cheques é a maior em 18 anos, diz Serasa

O número de cheques devolvidos a cada mil compensados bateu recorde no Brasil, no último mês de marçom segundo estudo da Serasa Experian divulgado nesta quinta-feira. No mês passado, foram devolvidos 24,6 cheques a cada mil compensados. É o maior índice registrado pelo levantamento, que começou a ser feito em 1991. O estudo mostra que em março foram devolvidos 2,75 milhões de cheques em março deste ano e compensados 112,12 milhões.

Na comparação com fevereiro, houve alta de 6% no número de cheques devolvidos. Já em relação a março do ano passado, a alta foi de 18,3%.

No acumulado do 1º trimestre de 2009, o estudo constatou um aumento de 19,2% no número de cheques devolvidos na comparação com o mesmo período de 2008. Em 2009, nos três primeiros meses, houve 23,6 devoluções de cheques a cada mil compensações, ante 19,8 cheques a cada mil compensados no mesmo período do ano anterior.

Para os técnicos da Serasa, o aumento no número de cheques devolvidos se deve ao aumento da inadimplência das pessoas físicas em geral, da desaceleração da atividade econômica e do aumento no desemprego.

“Esse conjunto de eventos aliado ao maior comprometimento da renda de parte da população ampliou os impactos das despesas sazonais de início de ano (IPTU, IPVA e despesas escolares) sobre o orçamento doméstico, resultando em aumento na devolução de cheques, incluindo os pré-datados das compras de Natal”, diz o estudo.


ÚltimaInstância

Nenhum comentário: