sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Record cria personagem em novela a pedido de ministro

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Gilmar Mendes, fez uma visita há um mês ao RecNov, complexo de estúdios da Record no Rio e conseguiu emplacar um personagem na novela "Poder Paralelo".

A ideia é que o personagem faça merchandising social dos mutirões carcerários do Conselho Nacional de Justiça, órgão do qual Mendes também é presidente. Os mutirões revisam processos penais no país. Desde agosto de 2008, soltaram 18.359 pessoas presas irregularmente e cadastraram 1.200 vagas de qualificação e 300 de trabalho em empresas que se dispõem a aceitar esses ex-presidiários.

"O ministro citou com ênfase esse esforço para recolocar essas pessoas. Simpatizamos com a ideia e vimos a possibilidade de apoiar o trabalho", diz Hiran Silveira, diretor de dramaturgia. Foi Silveira quem levou a sugestão ao autor Lauro César Muniz.

"Decidi criar um personagem ligado ao núcleo do fotógrafo Douglas [Miguel Thiré]. Ele vai tentar emprego como segurança, vão descobrir que ele saiu da cadeia e começarão as dificuldades", diz Muniz. O personagem deve surgir entre os capítulos 200 e 207. A novela está no 185 e terminará no 231.

O ator ainda não foi escolhido, e Muniz não decidiu se o personagem voltará ao crime.
Folha

Nenhum comentário: