terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Esmeraldino pode ficar na 1ª suplencia para na Assembléia Legislativa


O candidato derrotado a prefeito de Vitória da Conquista em 2008, Esmeraldino Correia(PDT), ficou mal visto por uma parte dos eleitores da cidade mas ganhou muito mais pontos com as pessoas por não ter abandonado as eleições antes do fim para apoiar Herzem Gusmão.

Ponto não é voto. Pelo menos por enquanto.

Mas a perspectiva que seu partido, o PDT, faça entre quatro a seis deputados estaduais. Atualmente a legenda conta com seis parlamentares, mas Marcelo Nilo pode ser candidato a vice na chapa de Wagner, então sobra uma vaga.

O certo é que apenas 17 mil votos deixa Esmeraldino entre os dez mais votados do partido. A expectativa, para não falar em pesquisas, que sem registro não podem ser divulgadas, é que o Coronel tenham aproximadamente 10 mil votos apenas na cidade nesse momento. Mas é pouco, precisa obter no minímo, a mesma quantidade de votos que conseguiu em 2008,e mais 50% em outras cidades.

Pode ser que aumente com um trabalho bem feito ou mesmo a campanha fique aquém do desejado pelos eleitores e diminua essa margem. Todavia, apenas Vitória da Conquista não o elege.

Com 25 mil votos pode ficar na 1ª suplência ou até mesmo ser o sexto mais votado do PDT. Caso a legenda faça coligação com o PP por exemplo, suas chances ficam minímas.

Nenhum comentário: