sexta-feira, 13 de maio de 2011

Wagner como deputado federal é suicídio político

O Bahiajá divulgou ontem, quinta-feira 12 de maio, uma nota aventando a possibilidade do governador Jaques Wagner ser candidato a deputado federal em 2014 e deixando a disputa do senado para o vice-governador Otto Alencar.

Caso Wagner caia nesta armadilha, acredito que será suicídio político para o petista, principalmente porque tem grandes chances de ser bem votado como candidato ao Senado e até ser eleito, a depender dos seus concorrentes.

Mas largar a possibilidade de oito anos no Senado Federal para ser o deputado federal mais votado da Bahia e cobiçar o cargo de presidente da Câmara não seria algo extraordinário para o petista, principalmente se ele tiver com a popularidade em que estar. Além do mais, poderia perder seu poder de fogo em quatro anos, pois nomes como Pinheiro podem sobrepor ao de Wagner, por conta da visibilidade em si.

Além do mais abriria uma grande brecha para Otto, que ao meu ver deverá assumir o cargo de governador em 2014 com o afastamento/desincompatibilização de Wagner para disputar outro cargo. Assim, Otto tranquilamente seria candidato a reeleição par ao governo, o que gostaria de ter sido em 2002, mas ACM preferiu o retorno do Paulo Souto.

Nenhum comentário: