segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Descansar é viver

Ainda não foram as férias que precisava ter, mas quatro dias longe da correria do dia a dia e das obrigações assumidas ajudam a aliviar o estresse e relaxar um pouco. Assim começo mais um capítulo que me proponho para colocar nesse blog nos próximos três dias. 

Mesmo antes de Sabrina adoecer e ficar cinco dias internada eu já imaginava essa viagem junto com ela. Como minha avó Duzinha já estava querendo vi para a praia uni o útil ao agradável. 

Descemos para Ilheus, eu, minha bebezona Sabrina, minha avó Duzinha, minha Tia Netinha e Genival, taxista e amigo da família. 

Por incrível que pareça eu já tinha olhado aprevisão do tempo para Ilhéus nesse período em que eu ficaria aqui: 21 a 24 de outubro. Mesmo assim não decidir contrariar o programado e não pedi para adiar em uma semana a viagem, quando o sol reinaria. 

Sei que precisava desse tempo. Partimos logo cedo, pegamos Tia Netinha em Lucaia, distrito de Planalto, e por volta das 12h30 já estávamos em Ilhéus/Olivença. Após o descanso da tarde eu e Sabrina fomos até a praia da Sereira (Batuba Beach), mas a garoa teimava em cair e fomos então para uma cabana aberta em uma praia logo a seguir. 

Após algumas cervejas com Genival e ver um baba de camarote vi que era importante a pausa nos problemas nesse momento e não depois. Impressionante, mas um dia longe da rotina muda muita coisa.

Nenhum comentário: