sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Watch live video from diegomesr on www.justin.tv

terça-feira, 24 de julho de 2012

É preciso falar a verdade


Outra vez o Anderson Oliveira falta com a verdade ao dizer, na matéria publicada em seu blog, que "para a alegria da Oposição Conquistense, a instalação do Centro Cultural do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) foi suspensa em Vitória da Conquista".

De maneira equivocada, o blogueiro tenta imputar a oposição conquistense o ERRO do atual grupo que comanda o município assim como o próprio Banco do Nordeste do Brasil (BNB).

Jamais a oposição foi contra a instalação do Centro Cultural do BNB na cidade. Muito pelo contrário. Agora, é verdade que o local escolhido não deveria ter o apoio da população conquistense, tendo em vista, que o mesmo ser uma praça histórica em nosso município.

Porque o BNB não escolheu uma área próximo do Miro Cairo, Senhorinha Cairo, Patagônia, Vila América, ou mesmo próximo ao Guarani, Petrópolis e Cruzeiro, mas que não fosse uma praça histórica (e mesmo que não fosse histórica), mas uma praça sendo que a cidade possui diversos locais abertos para a construção de um centro cultural?

terça-feira, 22 de maio de 2012

A Série D e o Vitória da Conquista

No próximo domingo começa a Série D do campeonato brasileiro. A competição garante aos quatro primeiros colocados acesso a Série C do Brasileirão além de garantir aos clubes jogos durante quase que todo o ano. 

Parece-me que o Vitória da Conquista, ao contrário das participações nesta competição em anos anteriores, conseguiu manter uma base que jogou o Baianão 2012 e que lutará para, pelo menos, passar para a segunda fase da disputa. 

Isso porque, a própria CBF arcará com os custos das viagens de todos os clubes, aliviando assim os gastos de todos os times. Importante também que os torcedores compareçam ao Lomantão nos três jogos da primeira fase para empurrar o time e ajudá-lo, para quem sabe, iniciar a subida de degrau em degrau até, quem sabe a Série A.


Quando o medo de perder a eleição ultrapassa a razão


Diversos articulistas que apóiam o governo municipal, por medo ou receio de discutir os problemas de Vitória da Conquista, vem atacando constantemente a oposição na cidade. O motivo é bem simples: o medo real de perder as eleições de 2012 justamente para a oposição.

Silenciar sobre a pior educação e uma das pires saúdes públicas do Brasil, levando-se em conta as maiores cidades do país, é tentar tapar o sol com a peneira. Sem falar de outras questões.

Esses temas virão à tona na campanha eleitoral e esses mesmos articulistas/governistas vão tentar mudar o foco e dizer que o governo só tem, só tem, isso mesmo, só tem 15 anos ininterruptos no poder e que não puderam resolver os problemas dos outros 157 anos (sem contar o período de Arraial da Conquista) de existência da cidade por culpa da oposição.

Para eles a cidade as mil maravilhas nasceu em 1997. O que não se encaixa nesse conceito, faz parte do “passado”.

Ao falar do SUS, poderiam explicar a população conquistense porque o CEMAE e CEMERF foram construídos numa região onde as pessoas pouco precisam realmente do SUS. Por que não tê-lo construído na zona Oeste da cidade ou em local onde a população carente que utiliza os serviços é maioria?


Na educação porque não discutir o motivo de aproximadamente 30 mil pessoas, segundo o Censo 2010 do IBGE, com mais de 15 anos ainda não sabem ler e nem escrever na cidade?

Quando se fala da infra-estrutura porque não debater o problema do esgoto pluvial, da mobilidade urbana, do Porto Seco, de um novo código de obras e posturas, já defasado?

Pior. Culpam os governos anteriores a 1997 por todos os problemas da cidade. Dizer que os governantes anteriores pouco fizeram é renegar a própria história da cidade, mas para refrescar a memórias dessas pessoas podemos citar a construção do Ceasa, as Feiras cobertas do Alto Maron e da Patagônia, o Viaduto que liga o Alto Maron ao Guarani, o Hospital Esaú Matos, entre tantas outras.

Por fim, para informar aos críticos das reuniões que o grupo de oposição realiza trazemos a RESOLUÇÃO Nº 23.370/201 do TSE diz que:

Art. 2º Não será considerada propaganda eleitoral antecipada (Lei nº 9.504/97, art. 36-A, incisos I a IV):

II – a realização de encontros, seminários ou congressos, em ambiente fechado e a expensas dos partidos políticos, para tratar da organização dos processos eleitorais, planos de governos ou alianças partidárias visando às eleições;

Portanto, os ataques pessoais deferidos por parte de articulistas governistas mostram que o medo de perder as eleições está mais evidente do que se parece.

terça-feira, 8 de maio de 2012

Festival da Juventude: Porque não ser realizado na semana municipal da juventude?

Logo pelo título muitos irão pensar que sou ou fui contra a realização do 1º Festival da Juventude realizado em Vitória da Conquista. Não, não fui. Muito pelo contrário, participei do evento na medida do possível. 

Mas ao sair do calor do evento e entrar na discussão fria observamos dois pontos que o poder público municipal tenta silenciar ou pelo menos não é transparente como deveria ser. 

O primeiro ponto é silenciar sobre a existência do Conselho Municipal da Juventude, mas que está inativo há pelo menos um ano. A Lei, para quem quiser procurar, é a de nº 1.461/2007. Nela estão definidos os membros, como são escolhidos e que o Conselho é “órgão autônomo, de caráter permanente, deliberativo, consultivo e fiscalizador das políticas públicas para a juventude no Município”. Como não tem conselho, não haveria porque ser consultado. Verdade. Mas porque está inativo o Conselho? Porque passado pelo menos um ano a prefeitura não indicou seus representantes conforme versa a legislação. Será a falta de interesse? 

O segundo ponto é porque o poder público municipal ignorou a Lei nº 1.279/2005 que instituiu a “Semana Municipal da Juventude de Vitória da Conquista” que “acontece na última semana do mês de outubro”? Não seria interessante então para o poder público municipal realizar o evento na Semana Municipal da Juventude apenas porque a data destinada é após as eleições? Ou será que o governo municipal desconhece a legislação?

Novamente digo que não vou discutir a realização, a produção, a co-produção na organização, shows, praça, locais escolhidos, entre outras questões, mas sim porque duas importantes leis municipais, um que versa sobre o Conselho e outra sobre a Semana da Juventude não são cumpridas. As respostas podem ser várias, entretanto não podemos aceitar que “tem lei que pega e lei que não pega”.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Agora, início das obras do novo aeroporto de Vitória da Conquista depende da agilidade do governo estadual


O Governo Federal alocou ontem, 10 de abril, R$ 20 milhões para a construção do novo aeroporto de Vitória da Conquista.

Em 2009, para quem não se lembra o então Senador ACM Jr. havia inserido no Orçamento da União para 2010 R$ 40 milhões para a construção do novo aeroporto da cidade.

Todavia, ao invés de iniciar a escolha do local, desapropriar as áreas nesse perímetro e observar as condições para o lançamento do edital de construção, o governador Wagner esperou por quase dois anos para iniciar toda essa questão burocrática. Ninguém sabe o motivo, mas fez isso.

Agora, caso todos esses trâmites tivessem sido realizados, essa alocação de recursos poderiam começar a serem liberados em breve, muito breve. Todavia, engana-se quem acredita que esse dinheiro estará na conta amanhã e as obras começarão ainda em abril.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Orçamento da Educação cresceu R$ 5,3 milhões ao ano desde 1997

Hoje pela manhã a Câmara de Vereadores realizou uma sessão para debater os avanços da educação no município de Vitória da Conquista. 

Confesso que não escutei todas as falas pela Brasil FM 107,7, entretanto não ouvi nenhum dos participantes trazerem dados sobre o orçamento da área de educação na cidade. 

Falaram de reformas, construções de colégios, salários dos professores e do tal uniforme “inteligente” e muito custoso para os cofres da cidade. Não vou entrar no mérito de nenhuma das falas e tão pouco do que fora debatido, mas para a nível de esclarecimento trago para nosso leitores o montante do orçamento da educação. 

Em 1997, a cidade teve um montante de exatamente R$  13.647.600,03 para a educação. Já em 2002, a educação recebeu R$ 25.326.596,63 enquanto que o orçamento para este ano destinado a área, ou seja, 2012 chegará a R$ R$ 98.314.192,17. Ou seja, em 16 anos, houve um acréscimo de aproximadamente R$ 85 milhões, algo próximo a R$ 5,3 milhões por ano.

Agora, creio que já podem refletir o que foi feito, o que está sendo feito e o que poderia ser realizado e o que não, foi durante todo o período.

terça-feira, 3 de abril de 2012

Comentarista político contraditório em Vitória da Conquista

Nos últimos meses a “blogosfera política” em Vitória da Conquista vive um clima de tensão e rearranjo das palavras quase que semanalmente. Em alguns casos, quase que diariamente. Tem analista dizendo numa sexta que haverá segundo turno e logo na segunda desmentindo o que disse, ou seja, afirmando que as eleições irão acabar no primeiro turno. Nos próximos dias, essas mesmas pessoas voltarão e vão tentar confundir os eleitores e os leitores dos blogues da cidade.

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Silvio Luiz é o convidado do Roda Viva

O jornalista e locutor Silvio Luiz é o convidado do Roda Viva desta segunda-feira (2/4). O programa, apresentado por Mario Sergio Conti, vai ao ar ao vivo na TV Cultura, a partir das 22h. No centro do Roda Viva, Silvio Luiz vai falar da história do jornalismo esportivo na televisão. Aos 77 anos, ele já tem cerca de seis décadas de envolvimento com o esporte e passagens por grandes redes de TV do Brasil. O jornalista também deve comentar a organização da Copa do Mundo de 2014.
AdNews

Time do Vitória da Conquista nas semifinais do Baianão 2012

A volta do técnico Elias Borges parece que fez bem ao Vitória da Conquista. Não que outros que passaram não foram essenciais ao time, mas o atual treinador do Bode tem a cara do time. 

Desde o início o alviverde foi e continua como um time competitivo figurando entre os cinco, na pior das hipóteses entre os seis primeiros colocados. Infelizmente por algumas rodadas no meio da competição o time se perdeu e viu o G4 se afastar, mas com o triunfo por 4 x 2 sobre o Bahia de Feira, rival direto na classificação, colocou o Bode com reais chances das semifinais do Baianão 2012. 

Faltam três rodadas, mas o time conquistense depende apenas de si para chegar lá, entretanto são dois jogos fora e um dentro de casa. Enquanto que o time feirense joga duas dentro e uma fora de seus domínios. Então, torcer para que o Bode tenha duas vitórias contra o Atlético de Alagoinhas, em casa, e Camaçari, fora, e seja o que tiver que ser contra o Vitória em Salvador.

domingo, 1 de abril de 2012

Acabou o semestre para o Serrano

Com pompa de time grande, o Serrano apresentou uma equipe que parecia ser forte para a disputa do Campeonato Baiano de Futebol em 2012. 

Todavia, os erros fora de campo e com alguns equívocos nas contratações ficaram visíveis antes mesmo de a competição ter sido iniciada. Por problemas internos, o então treinador Edson Leivinha comandou apenas treinos e jogos treinos. Jogadores também entraram e saíram. Logo em seguida, chega o treinador Juresco que não conseguiu imprimir sua filosofia a contento e também foi demitido. 

Como o time do empate, o Índio Mongoió, viu a zona de classificação para as semifinais distanciando do G4. Com a falta de gols, precisou o time trazer o então atacante Felipe Adão que tinha feito sucesso em 2011 pelo Vitória da Conquista, mas nem isso deu jeito. O atacante começou atuar no comando do então técnico interino e depois efetivado Nilson Paulista. Este também não durou muito e foi substituído pelo Ubirajara Veiga. 

Campeão pelo Vitória da Conquista, Bira Veiga consertou o time, deu ritmo e possibilitou um Serrano reformulado no meio da competição. Mas já era tarde para tentar vislumbrar o G4. Na verdade em nenhum momento o G4 foi uma realidade para o Serrano, era sempre um sonho. 

O real foi a luta para se afastar da zona de rebaixamento e, se tudo der certo, na próxima quarta-feira, contra o Fluminense de Feira, no Lomantão, as 20h30, mais um simples empate pode fechar o primeiro semestre do Serrano, se mantendo na elite do futebol baiano em 2013.

quinta-feira, 29 de março de 2012

Ata de Registro de Preços e seu bolso ou nosso bolso

Após as denúncias no Fantástico envolvendo o poder público com empresas em processos licitatórios fui estudar um pouco mais sobre a tal "Ata de Registro de Preços" e não é que me entristeci com minhas conclusões? 

Primeiro, ao invés de pura e simplesmente agilizar o processo licitatório, o vício com o mesmo pode ser surpreendente. 

Segundo, o dinheiro público vai pelo ralo com tamanha propriedade que não acreditei no que vi (exemplo direto da prefeitura de Vitória da Conquista). 

Terceiro, não dá para imaginar que através de uma Ata de Registro de Preço o município vem a comprar uma Coca Cola de 2L por R$ 4,50. Isso em abril de 2011. Quase um ano depois não consegui encontrar em estabelecimento comercial nenhum em Vitória da Conquista um refrigerante desse preço. Nem nos mais caros, quanto mais, nos mais em conta.

Por fim, um segundo exemplo vem no quesito passagens de ônibus e de avião. É inadmissível o município comprar uma passagem, por exemplo, VDC-SSA a R$ 99,00 (Isso em quantidade - 100 passagens), em ônibus convencional enquanto que um simples mortal igual a mim e a você pode comprar essa mesma passagem a R$ 70,00 hoje. 

Sim, tenho o número das atas e as datas do Diário Oficial do Município para quem quiser.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Voto do Brasil moderno faz 80 anos

O Carnaval já passou, mas bem que as 71 milhões de eleitoras brasileiras podiam sair nesta sexta-feira, 24, às ruas comemorando. Nesta data faz 80 anos que o voto feminino entrou em cena - uma gentileza que fez à mulher brasileira o presidente Getúlio Vargas, ainda não ditador, a 24 de fevereiro de 1932, quando mandou publicar o primeiro Código Eleitoral do Brasil. Se hoje as mulheres são maioria no eleitorado (52%), se elas dominam 24 dos 27 Estados brasileiros, se têm no Palácio do Planalto o mais poderoso dos 136 milhões de votos, que agradeçam ao caudilho gaúcho que, lá atrás, abriu-lhes as portas da política.

Na mesma penada o código trouxe também o voto secreto - um definitivo adeus aos currais eleitorais da Velha República, controlados por velhos coronéis. No pacote, a Justiça eleitoral e o voto classista, que permitia às profissões elegerem seus representantes no Congresso. O cidadão começava a respirar uma pequena amostra do Brasil moderno.

Fonte: Estadão

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

"Jaques Wagner aderiu à greve da PM"


Adiei por algumas horas a conclusão do caso Gilberto Carvalho para que os leitores pudessem saborear a transcrição, em negrito,  do histórico pronunciamento do senhor Jaques Wagner sobre a greve da Polícia Militar da Bahia:
“Em primeiro lugar solidarizo-me com nossos conterrâneos da Polícia Militar do Estado da Bahia, que há aproximadamente dez dias vêm se movimentando juntamente com seus familiares, particularmente as esposas, numa justa reivindicação por melhorias salariais. Infelizmente, a impermeabilidade do Governador do Estado fez com que o Comando da Polícia Militar punisse cerca de 110 militares.
É absolutamente pertinente que a corporação dos policiais militares, que devem estar a serviço do conjunto da sociedade e não simplesmente se comportar como um viés, como uma matiz da política local, reivindique melhorias salariais. Reitero apelo que fiz, através de telegrama enviado ao General Comandante da Polícia Militar baiana, no sentido de que perceba a justeza das reivindicações dos seus comandados ao considerar que, para o exercício da profissão, necessitam de melhores soldos.
Acho um absurdo o atual vencimento dos agentes da Polícia Militar da Bahia, bem como o dos oficiais. Entendo que aqueles que têm por tarefa a manutenção da ordem pública precisam ter uma remuneração condizente com o risco de vida a que se expõem todos os dias.
Por isso, registro minha solidariedade aos 110 oficiais e policiais militares já punidos e reitero veementemente meu apelo ao Comando da Polícia Militar para que, em vez de simplesmente seguir as ordens do Governador do Estado da Bahia, sempre impermeável às reivindicações do funcionalismo do nosso Estado, tente sensibilizar o Executivo do nosso Estado no sentido de que sejam atendidas as reivindicações das esposas dos militares que, na verdade, estão indo às ruas porque não têm como comprar alimentos para a família”.
PS: O pronunciamento, capturado pelo comentarista no Diário do Congresso Nacional, foi feito na Câmara dos Deputados em setembro de 1992, quando o vibrante parlamentar do PT nem imaginava que os eleitores da Bahia um dia cometeriam a insanidade de transformá-lo em governador.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Policiais deflagram greve em Viitória da Conquista

Desde as 15 horas diversos policiais se mobilizaram na Câmara de Vereadores em Vitória da Conquista para discutir a deflagração da degre da Polícia Militar no município. Com gritos de guerra e em uma votação simples, praticamente a totalidade dos policiais presentes decidiram pela greve.



Ainda nesta quinta-feira os militares estão programando uma carreata pelas ruas da cidade em protesto contra o governo do estado.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Associação de juízes contra-ataca e quer CNJ fiscalizando a OAB

A Ajufe (Associação dos Juízes Federais do Brasil) divulgou nota nesta terça-feira sugerindo que a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) também seja fiscalizada pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça), inclusive quanto ao aspecto disciplinar de seus integrantes: “Ante o caráter público da OAB, os recursos por ela administrados e a atuação dos seus membros mereceria total atenção do Conselho Nacional da Justiça”, diz o texto.
Fonte: Última Instância

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Marco Aurélio Mello é o convidado do Roda Viva

Marco Aurélio Mello, ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), vai para o centro do Roda Viva nesta segunda-feira (9/1). Ao vivo, o programa é exibido na TV Cultura a partir das 22h.
 
Recentemente, Mello foi alvo de repercussão ao decidir, por meio de liminar, limitar a atuação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) nos processos administrativos contra magistrados, determinando que o órgão só deve agir após a ingerência das corregedorias locais.     
 
Marco Aurélio enumera no currículo, essencialmente, passagens pelo judiciário brasileiro. Trabalhou em órgãos como Justiça do Trabalho, Tribunal Regional do Trabalho, Tribunal Superior Eleitoral, onde foi presidente, e Ministério do Tribunal Superior do Trabalho.
 

Programa de Adriane Galisteu estreia em sexto lugar na Band

Nesta segunda (9), a Band estreou o programa "Muito Mais", de Adriane Galisteu e co-apresentação de Rita Batista, ex-TV Aratu, afiliada do SBT na Bahia, e de Lysandro Kapila, que já foi redator dos quadros “Agora ou Nunca”, “Lata Velha” e “Lar Doce Lar”, todos do "Caldeirão do Huck”, da Globo. 

Com foco em notícias de celebridades, a atração registrou baixos índices de audiência. No ar das 15h30 às 16h30, o "Muito Mais" teve apenas 1 ponto de média, ficando em sexto lugar. No mesmo horário, a Globo liderou com 15 pontos, o SBT ficou em segundo com 5, a Record em terceiro com 4,5, a RedeTV! em quarto com 2,5 e a Cultura em quinto com 2,4 pontos. Durante alguns instantes, a Band chegou a brigar com a Record News, com apenas 0,4 ponto. 
NaTelinha

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Collor será julgado por fraude eleitoral e pode ficar inelegível

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) irá analisar uma ação que pode deixar o senador Fernando Collor (PTB-AL) inelegível. A decisão de submeter o caso aos demais integrantes da corte é do ministro Arnaldo Versiani, relator do processo que investiga se o político manipulou uma pesquisa eleitoral do ano passado, quando concorreu ao governo de Alagoas. Primeiramente, Versiani havia arquivado o processo, mas agora decidiu voltar atrás e submeter à decisão ao plenário.

Em agosto de 2010, o instituto Gazeta de Pesquisa, ligado à família Collor, divulgou que o candidato estava na frente nas pesquisas eleitorais, número não confirmado por outros institutos. Ao oferecer a denúncia, o Ministério Público Eleitoral disse que houve uma seleção de entrevistados por faixa salarial.

Ao julgar o caso, Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE-AL) não recebeu a denúncia em relação a Collor e seu candidato a vice, Galba Novais (PRB-AL). No entanto, a corte decidiu multar o jornal Gazeta de Alagoas, ligado ao instituto de pesquisa, em mais de R$ 50 mil. Tanto o Ministério Público quanto o jornal recorreram ao TSE para tentar agravar e amenizar a pena dos envolvidos, respectivamente, e foram esses os recursos primeiramente arquivados por Versiani. Agora o caso será submetido a plenário.


Fonte: Ultima Instância

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Raupp e Geddel batem boca em festa do PMDB

O ex-deputado Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) e o presidente nacional interino do PMDB, senador Valdir Raupp (RO), bateram boca ontem na festa de homenagem do partido à reeleição de Henrique Eduardo Alves (RN) como líder da bancada na Câmara. Geddel afirmou que o PMDB se tornou refém da aliança nacional com o PT. E que, por conta disso, deverá ter dificuldades nas eleições municipais do ano que vem. 

– O que é isso, Geddel, você está jogando contra o PMDB — protestou o presidente da legenda. 

– Não. Só estou constatando uma verdade — respondeu o ex-deputado. 

E completou: – A unidade do partido só nos deu uma vista privilegiada do Palácio do Planalto, lá da varanda do Jaburu (residência oficial do vice-presidente da República, o peemedebista Michel Temer). Tínhamos muito mais quando o PMDB era um partido rachado.

O carnaval de Margareth Menezes

O Ministério da Cultura autorizou uma produtora a captar, via Lei Rouanet, 523 000 reais para financiar o projeto de carnaval popular 2012 de Margareth Menezes em Salvador. Batizado de Afropopbrasileiro, o projeto se resume a dois shows em trio elétrico abertos ao público e que neste ano homenageará o centenário de Jorge Amado. 

"Globo Repórter" mostra como são feitas as novelas


Nesta sexta-feira, 9, o "Globo Repórter" mergulha no mundo da dramaturgia, em comemoração pelos 60 anos de telenovelas no Brasil. Sérgio Chapelin e Glória Maria conversam com atores de peso, como Lima Duarte, Regina Duarte, Francisco Cuoco, Tony Ramos, Marília Pêra e Vida Alves - que deu o primeiro beijo na TV.

Glória Pires, Mariana Ximenes, Cauã Reymond e Camila Pitanga também estão entre os entrevistados. O programa revela como são feitas as gravações, inclusive os efeitos especiais. Serão exibidas novamente algumas cenas marcantes, grandes romances e vilões, além de aberturas e trilhas sonoras. A atração ainda mostrará como funciona a fábrica dos sonhos, responsável pela costura das 150 mil peças do guarda-roupa de figurinos.
AdNews